Mundial De Natação 2019: Ona Carbonell Obtém Uma Prata De Lei

Ona Carbonell, surge a primeira das medalhas que confia em receber os Mundiais de natação. A adquiriu, no fim da rotina técnica do solo, revalidando o segundo recinto que ocupou, há 2 anos, nesta mesma prova. Naquela ocasião, foi a russa Svetlana Romashina quem a ganhou.

Dessa vez foi o teu compatriota e tocaya Kolesnichenko quem tem evitado que a espanhola seria o teu primeiro título mundial individual. Frente a isto, só cabe a inventividade e a originalidade, em que Ona Carbonell segue a linha da sincro espanhola. Tua rotina técnica, acompanhada por uma composição de Peter Gabriel de evocação oriental, rompe com o que se espera de uma sucessão de elementos técnicos. A converte numa espécie de exercício livre em que a sua metamorfose em uma serpente, consegue cativar.

Foi a mais elogiada, em tal grau nos preliminares como na conclusão por um público que sabe o valor do que vê pela água ele. Esta medalha, que faz a número vinte em alguns Mundiais desde que estreou em 2009 (iguala em número a Gemma Mengual), confirma a Carbonell como uma das estrelas de teu esporte. Mudam os seus rivais russas, mas aos vinte e sete anos, ela continua em totalidade, consolidando seu prestígio.

  1. Três Classificação 3.1 segundo a prescrição médica
  2. Teste com franja
  3. 7 De santos
  4. O blush, uma das chaves da juventude
  5. Sombra luminosa acetinada em tom champagne na pálpebra móvel

o Youtube não muito. De Putochinomaricon, para mim, é o que mais se destaca, a nível de inovação. Há coisas que não fez ninguém. Várias vezes, seus filmes são baseados no ódio, segundo a sua mesma disseste, De onde vem este ódio?

De todo o desgosto que tive desde pequena e que não entendia o universo. No momento em que não compreende uma coisa você podes tentar aprendê-la e permanecer lá. Contudo, neste caso, o não apreender uma coisa tão amplo se frustra e se oferece muita raiva.

E daí vem tudo. Comentaste em uma entrevista que se faz fácil de odiar como Eu me sei, contudo às vezes eu não entendo exteriorizar. Ademais, de física, sou estranha: estou gorda, me maquillo único, visto um pouco incomum… Isso para alguém básica de imediato é descomplicado de odiar, visto que não o compreendem e se cortocircuitan.

Da mesma sobre o que expor, às vezes, vem um segundo e ficam com “puta gorda”. Eu tenho três camadas: a primeira que vem só de longe como Hater, a segunda em que me vê como hater, e com desculpa, reivindicações e a última em que me domina em tudo, que esses são meus amigos. Quais são as coisas que aparecia fazer? Pois que muitas coisas. Eu amo de todas as artes, sou um amplo amante da cultura, amo de destinar-se a cemitérios, me relaxa muito, enxergar vídeos. Coisas normais, sair pra comemoração, emborracharme e escrever, dirigir, escrever, atuar também amo muito.

a Tua maquiagem é a tua marca de identidade. Em quem você se inspira pra isso? Pois me inspirou em muitas coisas e pessoas. Como muita gente se cumprimenta e você vem requisitar fotos pela rodovia? Você gosta que te reconhecerem? Se, faz-me ilusão, por mais que eu possa observar todos os dias pelo Youtube, não deixo de ser uma pessoa.

Tem gente que se localiza, com certo a conceder abraços, fazer placajes, puxar o cabelo… algumas vezes existe muita desumanização dos populares, bem que eu não amo de me chamar dessa forma. Qual você acha que é a primeira mudança que tem que haver pela comunidade para lutar contra o machismo?

Se. Que, primeiro: a incomodar muito. Não botar um tweet de “as mulheres têm direitos”, no entanto incomodar de verdade e reivindicar com a tua arte e simplesmente com a sua pessoa. Assim como uma coisa básica, vejo que há muito vitimismo bem como. Obviamente, estão as vítimas que sofrem diretamente, porém acho que vir ao topo de igualdade se chega empoderándonos a nós mesmas e não postando “Ai, pobrecitas da gente”.

Rolar para cima